fbpx

Desmistificando Implantes Dentais

Tire Suas Principais Dúvidas e Sinta-se Seguro Para Voltar a Sorrir com Implantes Dentais.

Arte Oral Paragominas

Por: Alisson Cordeiro - CRO/PA 4302

O que são implantes dentais?

Implantes: são “raízes” artificiais instaladas (implantadas) no osso mandibular ou maxilar. Ao substituir as raízes dentais, possibilita a confecção de próteses sobre eles, permitindo a reabilitação estética e funcional (mastigação), além de devolver qualidade de vida social ao indivíduo debilitado. Proporcionam conforto e eficiência na mastigação, de forma similar aos dentes naturais, sendo superiores ao uso de próteses totais (dentaduras) e próteses removíveis. Atualmente os implantes são fabricados com titânio comercialmente puro, o qual não causa reação adversa aos tecidos do corpo humano.

Implates
Quais os Benefícios dos implantes?

– Os implantes possibilitam grande melhora da mastigação, favorecendo uma melhor nutrição ao organismo pela melhor ingestão dos alimentos, refletindo em melhora da saúde geral e qualidade de vida.

– Eliminação das indesejáveis próteses removíveis, que muitas vezes são instáveis na boca e causam dor nas gengivas e possuem estética desagradável. Com os implantes dentais, podemos realizar próteses fixas na boca, eliminando o desconforto causado por próteses bambas e que não dão segurança durante o convívio social.

– Os implantes podem repor a perda de um dente natural sem a necessidade de desgastar os dentes vizinhos para a colocação de uma prótese fixa.

– Os implantes dentais não são acometidos por cáries ou problemas de canal (não tem canal), em que tais problemas são maiores causas de fracassos em próteses fixas.

– já é cientificamente comprovado que os implantes dentais apresentam longevidade muito maior que próteses fixas, apresentando mais benefícios.

– Os implantes possibilitam que você coma aquilo que gosta, sorria confiante e expresse seus sorriso tranquilamente.

– Possibilitam repor imediatamente um ou todos os dentes em pouco tempo.

– Restabelecem a sensação de ter de volta seus dentes naturais.

Sou candidato ideal para colocar implantes?

Consideramos candidato ideal em que:

– Falte um, mais que um ou até mesmo todos os dentes

– Haja falta de estabilidade e retenção em sua prótese removível

– Sua prótese não esteja confortável

– Sua prótese não seja esteticamente adequada

– Sua prótese o deixe inseguro ou já lhe tenha causado algum problema

– Haja dificuldade na mastigação dos alimentos

– A idade não é um fator determinante para a seleção do candidato ideal para instalação de implantes, os quais são indicados em pacientes entre os 18 e 90 anos, ou mais.

– Os pacientes totalmente desdentados, em idade avançada, são os mais favorecidos na implantodontia.

Quem não é um bom candidato para a instalação de implantes?

– Pacientes psiquiátricos descompensados.

– Crianças ou jovens até terminar o seu desenvolvimento (15-16 anos).

– Pacientes fumadores compulsivos de mais de 20 cigarros dia.

– Dependentes químicos (álcool, etc…).

– Durante a gravidez, aconselhamos esperar que a futura mãe dê à luz.

– Doenças sistêmicas graves, por exemplo leucemia.

– Pacientes com câncer que estão em tratamento radioterapia ou quimioterapia.

– Diabetes não controlada.


Quanto tempo dura o tratamento?

Via de regra, a fase de união do implante com o osso dura de 3 a 4 meses na mandíbula e 5 a 6 meses na maxila.
Em casos específicos podemos utilizar a técnica da CARGA IMEDIATA em que colocamos o dente no mesmo dia da cirurgia em casos unitários e parciais em até 24 horas em casos de colocação de todos os dentes.
Após constatada a união do implante ao osso, começamos a realização da fase de próteses.

Qual a importância de um especialista em próteses na Implantodontia?

Todo o planejamento do número de implantes a ser utilizado, posição dos mesmos no osso, tipo de prótese a ser utilizada e todas as características mecênicas da prótese em relação aos implantes deve ser realizada por um especialista em próteses, pois o sucesso de qualquer prótese sobre implantes depende da correta colocação dos mesmos no osso. SEMPRE deve-se planejar primeiro a prótese e depois colocar os implantes de acordo com a mesma. Exija isto do seu implantodontista.

E quando não existe osso disponível?

Quando o paciente perde os seus dentes o organismo inicia um processo de reabsorção óssea nartural, em que se perde osso em espessura, altura ou altura e espessura. Quando se passa muito tempo sem um ou todos os dentes o osso disponível geralmente se torna insuficiente para colocação de implante. Mesmo assim, alguns casos fogem a esta regra.
No caso de não haver osso, existem inúmeras técnicas em que realizamos enxertos ósseos ante s da colocação dos implantes e até durante a colocação dos mesmos, favorecendo o sucesso no tratamento.

[reactions]

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook 0
Compartilhar no google
Google+ 0
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn 0

Atendimento Pelo Messenger

Atendimento Pelo Whatsapp:

91 98123-0259

Arte Oral Odontologia Avançada - EPAO 393 CRO/PA Respons. Téc.: Alisson Cordeiro de Oliveira / CRO/PA 4302